Como criar uma loja virtual


Uma loja virtual nada mais é do que um site que vende algum tipo de produto ou serviço direto online permitindo o pagamento e acompanhamento da entrega pela internet. Hoje em dia, criar uma loja virtual tornou-se uma opção de devolução barata e boa.

As vantagens de criar uma loja virtual

Ao contrário de criar uma loja física, criar uma loja virtual tem as seguintes vantagens:

  • Atender uma região maior (todo o Brasil, por exemplo)
  • Requer menos investimento
  • Pode ser criado rapidamente
  • Não precisa ser necessariamente uma empresa (CNPJ)
  • A tecnologia de transmissão é fácil de usar

Os desafios de criar uma loja virtual

Apesar dos benefícios mencionados acima, criar uma loja virtual não é necessariamente sinônimo de dinheiro fácil porque:

  • A internet é um ambiente agitado
  • Baixa diferenciação na maioria dos produtos vendidos
  • Tem custos de marketing

Produtos mais vendidos em lojas virtuais

Se você está pensando em criar uma loja virtual, é importante entender mais ou menos como funciona o cenário atual. Isso é para você saber quem são seus concorrentes e estão fazendo um bom trabalho, como se diferenciar. Os principais produtos comercializados atualmente são:

  1. Roupas, sapatos e acessórios
  2. Estética, Perfumaria e Beleza
  3. Telefones celulares, computadores e tecnologia
  4. Livros e cursos digitais
  5. Móveis, decoração e brinquedos

Capital estimado para abrir uma loja virtual

A magia da internet é que você não tem custos fixos, nem precisa fazer obras ou pagar luvas para alugar um imóvel. P Por este motivo, é possível abrir uma primeira loja virtual totalmente gratuita. Porém, com o crescimento do negócio, surgem opções pagas para desenvolver o negócio, aumentando sua abrangência e segurança.

As melhores lojas virtuais do Brasil

Atualmente as maiores lojas virtuais do Brasil fazem parte do conjunto de estratégias de vendas dos maiores varejistas do mundo físico. Alguns exemplos são:

  • americanas.com
  • walmart.com.br
  • Política de privacidade |
  • extra.com.br

É sempre interessante ficar de olho nos líderes, pois eles podem apresentar inovações que criam riscos e oportunidades para sites menores.

Como construir sua loja virtual

Não existe uma maneira única de construir uma loja virtual, pois atualmente existem centenas de produtos e serviços online para você criar sua loja, tanto gratuitos quanto pagos. No entanto, em geral, você terá que tomar algumas decisões que são iguais para todos.

1) Comprando um domínio

O domínio é o seu endereço de internet. Ele é o nome famoso de sua empresa. Normalmente, o domínio está relacionado à sua marca ou produto. Por exemplo, se no nosso caso, o endereço é luz.vc (porque nosso nome é LUZ) e não, usamos exellent.com (que seria o nosso produto). Os domínios são normalmente pagos por ano de uso e os principais sites de vendas são:

  • registro.br : para compras de domínios brasileiros .com.br
  • go daddy: para compras de domínio internacional

2) Definir a plataforma

O próximo passo será definir qual plataforma tecnológica você utilizará para construir sua loja virtual. Isso vai depender de vários fatores como o seu capital para investir, a maturidade do seu negócio e o seu tipo de produto. De qualquer forma, vamos listar abaixo algumas boas opções de teste.

  • WordPress via Woocommerce : Tanto o WordPress quanto o Woocommerce são gratuitos para começar a usar, mas têm extensões e outras adicionais que podem ser pagas. No entanto, isso não o impede de começar a vender sem gastar nada!
  • Wix : Mais uma opção de criação de site que vem crescendo no Brasil. É mais limitado do que o Woocommerce em termos de recursos, mas também é mais fácil de usar. Além disso, não é gratuito, embora seja bastante acessível.
  • Loja Integrada: Uma solução brasileira já utilizada por milhares de pequenos e-commerces. É fácil de criar e também integrar com outros serviços como métricas, email marketing e muito mais!
  • Shop.fy : Uma das grandes plataformas globais, agora tem planos para o Brasil. É uma opção interessante, que também é paga, mas que tem praticamente todos os recursos que você pode querer já prontos.
  • Magento:  Há alguns anos era a única líder no mercado de e-commerce, mas vem perdendo espaço para novos concorrentes. Em qualquer caso, continua a ser uma das tecnologias mais seguras e completas do mercado.
  • VTEX : Está despontando como a tecnologia líder mundial, é recomendado para quem já possui uma loja mais robusta e precisa de algo extra seguro e completo para o seu negócio.

3) Defina a aparência (modelo)

Um ponto que não é necessariamente obrigatório, mas é muito comum, é a escolha de um template. A maioria das lojas listadas acima oferece como facilitadores modelos prontos da aparência da sua loja virtual. Normalmente, existem modelos gratuitos e pagos para cada um deles. Isso é importante porque será a cara do seu negócio. Outra opção também, quando se trata de uma loja já mais estruturada, é contratar um designer para fazer um layout totalmente customizado para o seu negócio.

4) Defina o método de pagamento

O meio de pagamento é o intermediário que receberá o dinheiro online e depositará na sua conta. A maioria das plataformas já possui um parceiro em termos de meios de pagamento, mas isso não o impede de fazer o melhor negócio e também de utilizar o meio de pagamento à sua escolha. Algumas das principais opções no Brasil são:

  • Paypal
  • Pagseguro
  • Me pague
  • Mercado Pago

Cada um tem seus prós e contras que valem mais uma postagem, mas por enquanto, sugiro que você vá ao site de cada um e verifique o que ele tem a oferecer.

5) Registrar produtos e vender

Configurar uma loja virtual é tão simples quanto isso! Dependendo da tecnologia escolhida e do grau de customização desejado, é possível criar uma loja e começar a vender no mesmo dia. Claro que isso vai variar e é importante que você entenda que uma loja virtual também precisa de investimento para conseguir uma boa visitação. Para você se aprofundar nesse tema, criamos um post supercompleto sobre marketing digital!